Jardinagem

Como Multiplicar Orquídeas em casa

As Orquídeas são uma das flores mais bonitas que pode encontrar, com uma grande variedade de cores e espécies. As Orquídeas são uma verdadeira paixão e existem até grupos de trocas de mudas.

A verdade é que existem vários tipos de Orquídeas e algumas são mais frágeis do que outras. Para quem gosta flor deixamos aqui algumas dicas par as multiplicar em casa.

Há um tempo certo, uma época certa, uma maneira certa, mas na realidade o processo não é muito complicado.

Como Multiplicar Orquídeas

Se é apaixonado por Orquídeas sabe que depois de começar é difícil resistir a estas maravilhosas flores. Garanta já a continuidade das suas flores.

A melhor altura para fazer todo este processo é no outono ou na primavera.

A planta inicia seu ciclo de crescimento na primavera e no verão, nesta altura as raízes começam a crescer mais rápido, por isso tem mais possibilidade de sucesso.

Como multiplicar orquídeas a partir de mudas

Existem muitas técnicas que pode utilizar para multiplicar as suas Orquídeas. Se for uma espécie de pé único a melhor solução é por meio de estacas é uma das maneiras mais simples de multiplicar as orquídeas.

Enche o recipiente com uma combinação de areia húmida e musgo e brita.

Confira aqui o vídeo com o passo a passo.

Outras formas de multiplicar as suas Orquídeas

Quando a sua planta estiver a nascer novas raízes está na hora certa para começar o processo.

Pegue uma tesoura ou faca esterilizadas. É importante para evitar que a planta morra.

Remova os bolbos secos, murchos ou doentes. Deve fazer uma limpeza e retirar todas as raízes tragadas ou secas, verifique com muito cuidado.

Remova o excesso de terra, não precisa de ficar completamente limpa, mas tente tirar a maior quantidade que conseguir sem danificar as raízes.

Limpe a orquídea com uma escova bem macia, sabão neutro e água.

Para plantar as suas orquídeas vai precisar de um vaso ou recipiente, pode ser feita de qualquer material, no entanto é muito importante que tenha furos para permitir escoamento da água.

Encha o vaso com um substrato, nas lojas da especialidade encontra substratos próprios para este tipo de plantas, pode ainda adicionar outros materiais, depende da sua zona. A escolha dos materiais vai ajudar a drenar mais ou menos a água que deita nas suas plantas.

Dependo da espécie da sua orquídea precisa de um material que absorva mais ou menos água.

Comece a plantar a sua planta, a ponta mais deve ficar perto da parede do vaso, deve ser apenas colocada sobre a terra sem enterrar, pode usar algum material para prender a raiz, mas sem apertar para não danificar.

Regue normalmente, no entanto, deve ficar atento à cor das folhas para verificar se a quantidade da água está correta.

Esse método de divisão pelos rizomas é o mais seguro e confiável, e é ideal que a orquídea adulta a ser dividida já tenha florido.

O processo pode ser complicado e demorado, mas o resultado final compensa.

Bom trabalho!

Letícia Correia

Letícia iniciou sua jornada acadêmica com um bacharelado em Ciências Biológicas, seguido por um mestrado em Ecologia. Durante seu doutorado, ela se especializou em fisiologia vegetal, explorando as adaptações das plantas em diferentes ecossistemas brasileiros. Após concluir seu doutorado, Sofia passou a lecionar na Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde atualmente é professora titular no Departamento de Botânica.